Temas de Educação: diálogos, desafios e perspectivas (VOL.1)

Temas de Educação: diálogos, desafios e perspectivas (VOL.1) R$ 12,90 Comprar

A obra “Temas de Educação: diálogos, desafios e perspectivas”, organizada por Yara Fonseca de Oliveira e Silva, Edna Maria de Jesus e Maria José do Nascimento, reúne reflexões e resultados de pesquisa em torno de diversas temáticas organizadas em uma coletânea de textos acadêmicos vinculados à área da educação, ao campo da Formação de Professores e ao enfoque do desenvolvimento profissional.
A partir de uma formação de professores universitária, sólida e de qualidade, há de se investir no desenvolvimento profissional compreendido como um processo dinâmico, que vai além das perspectivas e conotações funcionalistas vinculadas à melhoria das habilidades, atitudes e realizações da função exercida pelo docente. Há aspectos que contribuem ou implicam no desenvolvimento profissional para além da formação, dentre estes as controvérsias da profissão, as condições de trabalho, o plano de carreira, o exercício da profissão, o ambiente e a cultura institucional, as relações interpessoais com a equipe de atuação profissional, dentre várias outras questões, incertezas e as instabilidades do trabalho docente (SUANNO, 2019).
Apresenta-se como um retrocesso na formação de professores no Brasil a ampliação de políticas e projetos de enfoque neotecnicista neoliberal com foco no desempenho para a lógica do mercado e que capacita em habilidades; dissocia os conteúdos de seus significados; desarticula a relação entre teoria, prática e ação transformadora; fragiliza a relação entre concepção, metodologia e projeto coletivo; reduz a autonomia e a identidade institucional; afeta a identidade e o estatuto profissional; precariza o trabalho docente; desconsidera a realidade social, política, institucional nos estudos formativos; reduz a carga horária para formação teórica-reflexiva, as bases acadêmicas-científicas e os saberes didático-pedagógicos em cursos de licenciatura, dentre outros. O que acaba por fragilizar a formação de professores, dentre outros. De tal modo, este ensino, compreendido como treinamento, se limita a aprender modos de operar, aprender a fazer, assim apostam em metodologias para transmissão na qual os conteúdos se alinham aos interesses imediatos para o trabalho, a empregabilidade e ao empreendedorismo. Nessa perspectiva, os professores são considerados executores de roteiros, estratégias e currículos. Assim, a docência acaba por ser limitada e reduzida a habilidades práticas e técnicas.

[Organização]
EDNA MARIA DE JESUS
MARIA JOSÉ DO NASCIMENTO
YARA FONSECA DE OLIVEIRA E SILVA

[Autores]
ALESSANDRA SOUZA SILVA
ALINE COSTA RABÊLO
ANDREA LEANDRO GOMES
CARLA FERREIRA DA SILVA MACHADO
CINTHIA CARVALHO ALMEIDA
EDNA MARIA DE JESUS MARIA JOSÉ DO NASCIMENTO
NELSON CARNEIRO JÚNIOR
GEORGE MARTINS CUSTÓDIO
IBRAHIM MARTINS ALVES
LUCIANA VAZ DOS REIS
MARIA JOSÉ DO NASCIMENTO
NELSON CARNEIRO JÚNIOR
PATRÍCIA FERNANDES DE OLIVEIRA
RAIMUNDO MÁRCIO MOTA DE CASTRO
RICARDO CARDOSO DE PAULA
YARA FONSECA DE OLIVEIRA E SILVA
ZILMA RODRIGUES NETO

Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.