Gestao Educacao e Tecnologia: concepções e sentidos

Gestao Educacao e Tecnologia: concepções e sentidos

Cadastre-se para ter acesso ao e-book grátis

Livro GrátisCadastre-se e baixe agora!

Ao se colocar o desafio de discutir as relações entre educação, gestão e tecnologias, suas concepções e sentidos este livro coloca em questão diversas dimensões do trabalho docente. O trabalho se constitui como momento de humanização do homem, que ocorre no movimento contraditórios de relação entre as condições objetivas e subjetivas dos sujeitos coletivos e suas produções. As discussões sobre educação, no contexto da gestão das tecnologias precisa superar o imediato, o fetichismo, o praticismo, a individualidade e tanto outros elementos que fundamentam a lógica do capital, pois tal adesão se atrela a uma sociedade desigual, para poucos e nos permite viver na pandemia o pandemônio.
Ao se colocar o desafio de discutir as relações entre educação, gestão e tecnologias, suas concepções e sentidos este livro coloca em questão diversas dimensões do trabalho docente. O trabalho se constitui como momento de humanização do homem, que ocorre no movimento contraditórios de relação entre as condições objetivas e subjetivas dos sujeitos coletivos e suas produções.
Ao homem, cabe transformar a si mesmo, criando sua própria realidade, mas ele não faz isso de acordo com sua vontade. Quando nasce, o homem é condicionado (ao mesmo tempo em que condiciona) por um mundo no qual está imerso. Assim, a produção da vida humana envolve reprodução e criação, dimensões sociais e orgânicas, princípios históricos e naturais, aspectos coletivos e individuais. O homem se torna homem ao se apropriar do mundo a sua volta, transformando, numa ação recíproca, o mundo e a si próprio.
É pela apropriação que o homem internaliza ativamente a cultura, acumulada nos instrumentos e signos produzidos pelas gerações anteriores. No processo de apropriação coexistem processos de reprodução e de criação. A reprodução acontece quando o homem toma para si o conhecimento e as propriedades dos indivíduos que o precederam, conhecimentos e propriedades que estão materializadas nos objetos. A criação acontece, quando o homem, ao se apropriar do passado da humanidade, cria novas aptidões e novas funções psíquicas.
As condições sociopolíticas refletem o modo como o professor concebe e vive o trabalho docente concretamente e é sabido que processo educacional exige, em alguma medida, a apropriação das tecnologias e dos modos de gestão, o que constitui em parte o trabalho docente, ao mesmo tempo que a vida destes profissionais e da nossa sociedade.

Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.